​contato@amaka.com.br

+55 21 999599116

SEU PROCESSO GERA UM GRANDE VOLUME DE RESÍDUOS E O GASTO COM A DESTINAÇÃO CORRETA É ALTO? 


Resíduo é um recurso mal aplicado. 

Vamos analisar o volume gerado, bem como o Ciclo de Vida do material, buscar recicladores/coprocessadores de nossa Rede de Parceiros e avaliar a Viabilidade Técnica e Econômica para seu reaproveitamento.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS, Lei 12.305/2010) a maioria das empresas é obrigada a elaborar um Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS) e apresentá-lo às autoridades competentes quando necessário. A Lei informa a obrigatoriedade para os Grandes Geradores e Geradores de Resíduos Perigosos, conforme o Artigo 20 abaixo:
             "Art. 20. Estão sujeitos à elaboração de plano de gerenciamento de resíduos sólidos: I – os geradores de resíduos sólidos previstos nas alíneas e, f, g e k do inciso I do art. 13;
              II – os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que:
                       a) gerem resíduos perigosos;
                 b) gerem resíduos que, mesmo caracterizados como não perigosos, por sua natureza, composição ou volume, não sejam equiparados aos resíduos domiciliares pelo poder público municipal;"

METODOLOGIA DE TRABALHO:


A Amaka conta com sua equipe e parceiros especializados em diversas áreas de atuação de Indústrias e Serviços, capazes de desenvolver o PGRS de sua empresa, bem como a aplicação deste Plano em aproximadamente 4 passos.

 

Após o levantamento das especificações, quantidade, forma de armazenagem e disposição final dos resíduos no(s) site(s) do cliente, a Amaka analisa a documentação existente bem como avalia a Visão de Negócio da empresa para elaboração do PGRS e alinhamento do Plano de Ação para alguns resíduos, caso necessário.

PLANO DE GESTÃO DE RESÍDUOS